Bombeiro militar surta e efetua vários disparos dentro de bar

Ronaldo Betany foi preso em flagrante e aguarda a audiência de custódia

O bombeiro militar Ronaldo Betany Marques, foi preso em flagrante pelo crime de disparo de arma de fogo. A confirmação foi feita pelo delegado Thiago Bernardi, plantonista do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Bernardi informou, ainda, que o bombeiro foi levado do 1º DIP a um quartel do Corpo Militar de Bombeiros do Amazonas, onde aguardará o encaminhamento para a audiência de custódia.

Segundo consulta feita ao Portal da Transparência do Estado, o servidor é estatuário da 1ª Companhia Independente de Bombeiros Especiais, com remuneração líquida de R$ 6.437,23 em setembro deste ano.

Relembre o caso:

O bombeiro militar Ronaldo Betany chegou a um boteco na Zona Centro-Sul volta das 16h de sábado (9). O militar bebeu no boteco, na companhia de um amigo, pagou a conta e saiu. Ele retornou, repentinamente, ao bar e começou a questionar os funcionários, aos gritos, onde estava um cartão de crédito dele. Nesse momento, o militar começou a efetuar disparos de arma de fogo no local.

“O cartão estava o tempo todo com ele, que surtou e deu vários disparos aqui dentro. O homem acertou a parede que separa o atendente do caixa do resto do bar. Poderia ter ferido ele. Graças a Deus que não tinha ninguém na casa, somente os dois: Ronaldo e o amigo dele”, afirmou Alcides Júnior, gerente do estabelecimento.

Em vídeo gravado pelas câmeras de segurança do local, é possível visualizar o momento em que os membros de uma banda presentes no boteco correm do atirador. Ele entra no local atirando para cima. “O meu cartão, porra, eu quero o meu cartão azul”, são as palavras exclamadas pelo homem.

O vídeo mostra o momento em que o agressor golpeia um dos membros da banda que tocava no local. Todos os artistas conseguiram fugir pela saída lateral do palco.

Em determinado momento, o homem que estava acompanhando Ronaldo entra em luta corporal com ele, tentando impedi-lo de continuar a disparar. “Para!”, grita o amigo do bombeiro, enquanto tenta segurar o atirador pelos braços. Ronaldo, entretanto, consegue se livrar da imobilização do colega e continua a atirar para cima.

Confira o vídeo:

As informações são do Portal A Crítica.

Comentarios