Audiência pública vai discutir aumento de casos de depressão, abandono e suicídio

"Queremos ouvir a sociedade sobre os problemas que afligem as famílias e qual tipo de ajuda precisa ser dada pelo Poder Público", afirmou Dallas Filho

Manaus tem registrado nos últimos anos o aumento de casos de depressão infanto juvenil, violência escolar, abandono de idosos e de pessoas vagando pelas ruas.

A constatação foi feita pela Liga Acadêmica de Psiquiatria do Amazonas (Lapam), que analisa casos de crianças, jovens, adultos e idosos na capital e interior do Estado.

Diante do problema, o vereador Dallas Filho anunciou a realização de uma audiência pública na Câmara Municipal de Manaus. O objetivo é ouvir a sociedade e representantes do setor de psiquiatria para encontrar soluções ao problema.

De acordo com o vereador, o aumento de casos depressão, abandono e suicídio em Manaus, registrados pela Lapam, motivou a realização da audiência pública. “Queremos ouvir a sociedade sobre os problemas que afligem as famílias e qual tipo de ajuda precisa ser dada pelo Poder Público”, afirmou o vereador.

Segundo o parlamentar, um estudo recente feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou que as crianças brasileiras se sentem infelizes. “O que estaria provocando isso? Será que nossos filhos em casa também se sentem infelizes”, indagou o vereador.

Outro assunto que será discutido na audiência pública é a dependência das redes sociais, celular e internet entre jovens e crianças. Também será abordado o aumento de casos de depressão entre adolescentes.

Dallas Filho ressaltou que nas escolas, professores reclamam que os alunos estão cada vez mais violentos, chegando a vários casos de agressão dentro de sala de aula.

“A Câmara Municipal precisa discutir o problema, por isso quero realizar uma audiência pública com a participação de toda sociedade”, planeja o vereador.

Até a próxima semana, a Câmara Municipal marcará a data para realização da audiência pública. “Espero que todos possam participar e dar sugestões para enfrentarmos esse problema que afeta milhares de famílias no Amazonas”, afirmou Dallas Filho.

Comentarios