Associação de catadores recebe uma tonelada de materiais recicláveis

Foto: Ione Moreno/Semcom

Mais uma cooperativa de catadores recebeu um lote de uma tonelada (1.058,68 kg) de materiais recicláveis recolhidos nos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) mantidos pela Prefeitura de Manaus, em parceria com o grupo de supermercados Nova Era. A ação foi coordenada pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) e teve o acompanhamento do Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM).

A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis do Estado do Amazonas (Ascarman) foi o décimo grupo a receber, em forma de doação, os materiais recolhidos pelos PEVs dos supermercados Empório Roma e Pátio Gourmet, que integram o grupo Nova Era, e que estão à disposição da população desde julho de 2019.

A parceria com a empresa é resultado do chamamento público feito pela Prefeitura de Manaus em 2019, convocando o empresariado a participar da cadeia produtiva da reciclagem e coleta seletiva, conforme determina a lei federal nº 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos e a Logística Reversa.

“Pela lei, é de responsabilidade dos fabricantes, comerciantes e distribuidores criar canais para que o material reciclável retorne aos fabricantes. Os postos de coleta são alguns mecanismos para fazer girar os produtos. A Semulsp apoia a iniciativa e contribui com a logística desse material, fazendo chegar diretamente aos catadores, como nessa ocasião”, explicou o secretário da Semulsp, Paulo Farias.

Para o secretário, além de incentivar a criação de novos canais na iniciativa privada, o desafio é reduzir o índice de rejeito dentro dos lotes de materiais recicláveis.

“Antes da pandemia, chegamos a um número preocupante. Ao menos 46% das embalagens que se autoidentificam como recicláveis não estavam encontrando comprador para os catadores. Esse material tinha que ser recolhido pela segunda vez pela Semulsp e levado ao aterro. Por isso, publicamos esse edital e convidamos as empresas e representantes para participarem dessa etapa do processo. Vamos dar transparência a esses números e buscar acabar com esse problema”, informou Farias.

Auxílio

O material, composto basicamente de papel/papelão, plástico, vidro, PET, tetra pack, metais e isopor, compreende a coleta realizada no período de 9 a 27/7 e foi entregue para a Ascarman, que já iniciou a triagem.

“Esse material que vem dos PEVs são uma grande ajuda para nós catadores. Principalmente agora nessa retomada do pós-pandemia. Agradecemos tudo o que a prefeitura tem feito por nós e seguimos tentando melhorar o setor”, comenta Cacilda Soares, presidente da associação que também funciona como PEV.  “Os moradores aqui dos arredores do galpão já vêm deixar seu material separado toda semana. É muito bom ver a mobilização do bairro em torno dessa causa”, comemora.

Desde que foram inaugurados os PEVs nos supermercados, há um ano, a Semulsp faz um rodízio de grupos de catadores para efetuar essa entrega. O galpão da Ascarman está localizado na rua Matrinxã, no bairro Santa Etelvina, zona Norte e mobiliza 21 catadores. A Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis (Coopcamare), localizada na avenida Itaúba, no bairro Jorge Teixeira, zona Leste, será a próxima a receber o material, seguindo o rodízio.

Comentarios