Anderson Silva enfrenta Israel Adesanya no UFC 234, neste sábado

O ex-campeão está sem lutar há dois anos e volta de suspensão por doping. | Foto: John Roberts/Ag Fight

São dois anos sem lutar, uma suspensão por doping que chegou ao fim e 43 anos nas costas. Mesmo assim, é bom não duvidar de Anderson Silva. Neste sábado, o ex-campeão do peso-médio do Ultimate volta ao octógono para tentar provar que ainda pode ser campeão novamente. Pela frente, a sensação nigeriana Israel Adesanya, de 29 anos, no co-evento principal do UFC 234, em Melbourne (AUS).

O resultado positivo, segundo o presidente da companhia, Dana White, dará ao vencedor a chance de disputar o cinturão, que atualmente é de Robert Whittaker.

Não é uma luta qualquer para o Spider. Prova disso foi a emoção demonstrada pelo brasileiro na pesagem oficial desta sexta-feira, quando chegou a chorar e demorou a conseguir falar. Fã do rival, Adesanya o reverenciou, pediu para o público aplaudir, mas prometeu “aposentá-lo de uma maneira legal”. O estilo provocador dentro e fora do octógono aliado à habilidade de colocar golpes precisos e contundentes fez muitos compararem “The Last Stylebender” a Anderson, que rechaçou a ideia deste ser, enfim, o duelo contra seu clone.

Whittaker está fora do UFC 234

Robert Whittaker, atual campeão dos médios do UFC, está fora do UFC 234, que será disputado na madrugada deste domingo (10), em Melbourne, na Austrália. A informação é do jornalista Brett Okamoto, da ESPN americana.

De acordo com ele, o australiano sentiu dores durante a madrugada, foi para o hospital e acabou diagnosticado com hérnia. Ele passará por cirurgia ainda neste sábado (domingo na Austrália).

Por COMBATE

Comentarios