ALERTA! Manuseio incorreto de cilindros de oxigênio pode causar risco de explosão

O Corpo de Bombeiros informa como evitar perigos de rompimento da válvula por meio de manipulação correta. ─ Foto: Júnior Matos

A falta de oxigênio em hospitais públicos e particulares da capital faz com que centenas de famílias comprem cilindros de oxigênio. Mesmo em meio ao desespero para salvar vidas é necessário prestar bastante atenção ao manusear o item, que pode se tornar a causa de acidentes.

Um dos riscos ao manusear o cilindro de oxigênio de forma incorreta, por exemplo, é a possibilidade de romper a válvula reguladora, a qual fica na parte superior do objeto. Para alertar a população a respeito disso, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) dá dicas de como manipular e acondicionar o cilindro de oxigênio para fins medicinais.

“O manuseio ou o acondicionamento de forma errada pode fazer com que a válvula reguladora se choque ou colida durante o movimento, com isso, é possível que ocorra o vazamento do gás. Se houver algum princípio de chama próximo, como é um oxigênio, isso vai alimentar fortemente esse princípio o que pode acontecer uma pequena explosão”, explicou o major Janderson Lopes.

“O deslocamento da válvula ao se romper, ela pode ser ejetada de forma abrupta para qualquer direção vindo a atingir outras pessoas”, complementou ainda. O correto, conforme a corporação, é acondicionar o cilindro de oxigênio sempre na posição vertical, o que impossibilita que ocorra qualquer tipo de problema na válvula reguladora. O major Janderson ressaltou que o item deve vir com capacete de proteção, o que facilitará o deslocamento do material.

“O correto acondicionamento do cilindro é na posição vertical, justamente para se evitar que alguém possa derrubar algum peso sobre a válvula. Se essa válvula não estiver conectada com os equipamentos que fazem a adequação desse oxigênio até a vitima, ela deve estar de capacete de proteção o que ajuda nos deslocamentos”.

Entre outras recomendações do CBMAM está a de que os cilindros de oxigênio devem ser mantidos em locais arejados, longe de fontes de calor. “Uma recomendação importante é que esses cilindros devem ser mantidos em locais protegidos de fonte de calor e dos raios solares. A gente sempre ressalta que o cilindro deve ser identificado, nós sabemos que estes são de oxigênio, mas existe outros tipos de cilindros que normalmente são identificados pela cor ou rótulos”, finalizou.

Instruções gerais para evitar possíveis acidentes:

– Acondicionamentos em locais ventilados a temperaturas inferiores a 50º C;

– Armazenamento à sombra e na posição vertical, preferencialmente fixos a suporte, com ou sem rodízio próprio, ou a parede para evitar acidente por queda;

– Evitar choques ou tombamentos que atinjam diretamente a válvula do cilindro, sob risco de impossibilitar o enchimento ou causar sérios danos materiais e humanos, caso o cilindro contenha carga com alta pressão;

– O produto não é inflamável, mas pode manter a combustão. Materiais combustíveis comuns podem ficar altamente inflamáveis. O recipiente pode explodir se aquecido.

– Na ausência de uso, as válvulas devem permanecer fechadas, mesmo que os acessórios conectados a ela também permaneçam sem fluxo de gás;

– A manutenção ou reparo nos cilindros deve ser realizada apenas por profissionais qualificados e com equipamentos apropriados;

– O cilindro deve permanecer a uma distância mínima de 5 m de qualquer fonte de calor;

– Nunca deixe o cilindro em exposição constante ao sol.

FONTE: A CRÍTICA

Comentarios