Ações do ‘Agosto Dourado’ iniciam nesta segunda-feira, por meio virtual

Agosto Dourado terá diversas ações voltadas ao aleitamento materno ao longo deste mês ─ Foto: Semcom/Divulgação

Com a proposta de conscientizar a população sobre a importância do aleitamento materno, ao longo do mês, a Prefeitura de Manaus irá realizar uma série de ações dentro da programação do “Agosto Dourado”. Este ano, em razão da pandemia de Covid-19, o início das atividades ocorrerá por meio de um webinário, a partir desta segunda-feira (3), às 15h, abrindo a Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) de 2020, em Manaus. O acesso será pela internet. O tema escolhido neste ano é “Apoiar a amamentação para um planeta mais saudável”.

“Como mãe de cinco filhos e avó de dois netos, lembro com ternura e saudade desse momento único que é a amamentação. Precisamos incentivar o aleitamento dos recém-nascidos, exclusivamente até os seis meses de idade e livremente pelos próximos anos, porque é de grande importância para saúde das mães e das crianças. Mamães, não desistam de amamentar seus filhos. Essa é mais uma demonstração do nosso amor por eles”, ressaltou a primeira-dama, Elisabeth Valeiko Ribeiro.

A Semana Mundial de Aleitamento Materno 2020 faz parte da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável – da Organização das Nações Unidas (ONU) – um plano de ações que busca envolver pessoas, planeta e economia sem destruição da natureza. Nesse sentido, o aleitamento materno é uma forma de alimentação renovável, ambientalmente segura, produzida e consumida da forma mais sustentável possível.

“A Semana se concentrará no impacto da alimentação infantil no meio ambiente no intuito de proteger, promover e apoiar o aleitamento materno, para a saúde do planeta e do nosso povo”, reforça o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi. O webinário terá a participação do próprio secretário, da representante da Sociedade Amazonense de Pediatria, Rossiclei Pinheiro, e da representante do Unicef Nacional, Cristina Albuquerque. A moderadora será a enfermeira Ivone Amazonas, chefe do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa.

Além do webinário, outras ações promovidas pela prefeitura completarão a SMAM 2020, como atividades nas maternidades, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos espaços de acolhimento para os indígenas venezuelanos warao, com o intuito de promover a interação dos profissionais de saúde com as mães, bebês e família.

Também serão exibidos vídeos com objetivos educacionais para a população com assuntos específicos relacionados ao tema: amamentação na primeira hora e os benefícios para a mãe, bebê, família e profissionais de saúde; benefícios da amamentação e os impactos no planeta; efeitos nutricionais da amamentação; proteção imunológica da amamentação e cuidados de higiene e amamentação em tempo de Covid-19.

Relevância

Relatório publicado pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), “Capture the moment”, em 2017, que analisa dados de 76 países, apresenta a estimativa de que o aleitamento materno nos primeiros anos salvaria mais de 820 mil crianças menores de cinco anos em todo o mundo. Porém, apenas 38% dos bebês são alimentados exclusivamente com leite materno até os seis meses na região das Américas e somente 32% continuam sendo amamentados até os 24 meses, o que reforça a urgência da discussão sobre o tema e a importância de atividades relacionadas à amamentação.

Comentarios